Bula do remédio montricin

Tratamento por remediodaterra
Doença: Candidíase

Introdução

Bula do remédio montricin

Montricin

Bula do remédio Montricin.

Indicação

Para que serve?

Tratamento das vulvoginites causadas por Trichomonas vaginalis, por Candida albicans ou pela associação destes dois patógenos; tratamento de focos extragenitais de monilíase como, por exemplo, a retite e a proctite por Candida albicans (candidíase intestinal); tratamento da tricomoníase urogenital masculina. Adjuvante da terapêutica fungicida urinária, respiratória e digestiva alta.

Posologia

Como usar?

A posologia oral recomendada é de 2 drágeas após o almoço e 2 drágeas após o jantar, durante 3 dias consecutivos. Em vista da ótima tolerância de Montricin, a critério médico, a posologia diária poderá ser aumentada e/ou o período de tratamento prolongado, nos casos crônicos ou particularmente resistentes.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Os estudos até agora realizados demonstram uma boa tolerância ao tratamento pelo Montricin, sem que tenham sido observados efeitos colaterais dignos de nota. Entretanto, eventuais reações aos antibióticos poliênicos poderão ocorrer, tais como, cefaléia, náuseas, cólicas abdominais e prurido corporal.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Raramente poderão ocorrer reações de hipersensibilidade aos antibióticos poliênicos, que cessarão espontaneamente com a suspensão do medicamento. – Advertências: embora os estudos até agora realizados não demonstrem qualquer efeito teratogênico e mutagênico, não se recomenda o uso de Montricin durante o primeiro trimestre de gravidez.

Composição

Cada drágea contém: laurilsulfato sódico demepartricina 50.000 UI. Excipiente q.s.p. 1 drágea.

Apresentação

Embalagens contendo 12 drágeas entéricas.

Laboratório

Asta Médica Ltda.

Tel: (11) 3209-1660


Referências

Conteúdo encontrado em:

https://remediodaterra.com/bula-do-remedio-montricin
photo Candidíase

Candidíase

Doença

A candidíase é uma infecção causada pelo fungo Candida albicans e que ataca qualquer parte da pele humana. Ela assume particular importância clínica em infecções da boca (candidíase oral), sendo chamada popularmente de sapinho (nesse caso não trata-se de DST), em torno dos olhos (candidíase ocular) e mucosa vaginal benignas (candidíase vaginal), e em infecções sistêmicas malignas em doentes com...Mais