12 sinais de alerta de que você tem intolerância à histamina, e não apenas uma alergia!

Tratamento por curapelanatureza
Doença: Enxaqueca
Ingredientes: Abacate, Banana, Espinafre, Tomate

Talvez você seja intolerante à histamina e não sabe.

Deixe a gente explicar: a histamina está no nosso corpo e também faz parte da composição de alguns alimentos.

O problema é que existem pessoas com intolerância à histamina e não sabem.

Verdade que apenas 1% da população seja atingida com reações alérgicas.

Mas a quantidade de intolerantes à substância tem aumentado bastante.

O resultado disso é uma série de sintomas ruins, inclusive a queda do sistema imunológico.

Entenda: se o corpo não conseguir sintetizar a sobrecarga de histamina, sofremos com inflamações.

E há quatro motivos que podem desencadear isso:

- Inibidores de enzimas (certos remédios ou alimentos)

- Concorrentes enzimáticos (aminas biogênicas)

- Defeitos genéticos enzimáticos

- Problemas de produção de enzimas (doenças inflamatórias intestinais ou deficiências alimentares)

Muitas vezes conhecida como uma "pseudoalergia", a intolerância à histamina desencadeia problemas como erupções cutâneas, problemas de respiração e congestão nasal.

Mas os sintomas são amplos, podendo também se manisfestarem como:

- Lentidão cerebral

- Problemas digestivos

- Ansiedade

- Fadiga

- Eczema

- Desequilíbrios hormonais

- Pressão sanguínea baixa

- Irritabilidade

- Perda de apetite sexual

- Náusea

- Enxaqueca

- Batimentos cardíacos acelerados
 
Não importa se o alimento tem grande ou pequena quantidade de histamina, geralmente o corpo reage de forma muito parecida.

Por isso, resolvemos alertar todo mundo.

Veja quais alimentos contêm alta concentração da substância:

histamina.jpg

- Comida enlatada

- Caldo de osso

- Álcool

- Queijo

- Berinjela

- Cogumelo

- Nozes

- Marisco

- Carnes embutidas, como bacon

- Espinafre

- Vinagre

- Alimentos ricos em glúten

Os alimentos com baixo teor de histamina:

- Tomate

- Abacate

- Banana

- Frutas cítricas

- Morango

Se você acha que sofre com esse problema de intolerância, faça o seguinte:

1. Procure um médico e faça os exames recomendados.

2. Descreva todas as possibilidades que você acredita que pode ter influenciado.

Por exemplo, a inflamação pode ser causada pela síndrome do intestino permeável, deficiências de nutrientes ou intolerâncias ao glúten – caso você tenha algum desses problemas, informe ao médico.  

3. Siga uma dieta restrita, evitando aqueles alimentos que listamos acima.

Feito isso, volte a consumir depois de 30 ou 60 dias para descobrir quais são os alimentos que causam o problema.

4. Concentre-se em alimentos frescos, como salmão selvagem fresco, legumes frescos, grãos sem glúten, chás de ervas e leite de arroz.

5. Trate qualquer problema que você possa vir a ter em seu intestino, pois essa também é a causa dos sintomas.

Intestino com vazamento ou o crescimento excessivo de cândida, por exemplo, derrubam a imunidade.

Uma dica é investir em probióticos, para auxiliar o tratamento.

6. Consuma alimentos que combatem histamina, como os que têm vitamina B6, vitamina C e cobre.

Na verdade, qualquer alimento rico em vitaminas e nutrientes já ajuda contra a intolerância à histamina.
 
Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.


Referências

Conteúdo encontrado em:

https://curapelanatureza.com.br/post/10/2017/12-sinais-de-alerta-de-que-voce-tem-intolerancia-histamina-e-nao-apenas-uma-alergia
photo Enxaqueca

Enxaqueca

Doença

Enxaqueca ou migrânea é um transtorno neurológico crónico caracterizado por dores de cabeça recorrentes, de moderadas a graves, muitas vezes associadas a diversos sintomas do sistema nervoso autónomo. A dor de cabeça afeta geralmente apenas um dos lados, é de natureza pulsátil e dura entre 2 e 72 horas. Entre os sintomas associados estão náuseas, vómitos, e sensibilidade à luz, ao som ou ao...Mais

Pesquisas relacionadas