Os principais remédios homeopáticos – Parte 6

Tratamento por curapelanatureza
Doença: Asma

Introdução

Naja tripudians – Estados cardíacos com poucos sintomas. Palpitações nervosas crônicas. Angina do peito. Paralisia iminente do centro respiratório, com respiração difícil, sinais de asfixia. Grande prostração e resfriamento geral. Mania de suicídio.
Natrum muriaticum ou chloratum – Desespero e desânimo, que pioram se a pessoas for consolada. Anemia e emagrecimento. Boca seca e sede constante. Prisão de ventre, com fezes secas e duras. Marasmo infantil. Pescoço fino. Astenopia (fraqueza ou cansaço rápido dos órgãos visuais, caracterizado por dor nos olhos, cefaleia, turvação da vista). Lábios e cantos da boca secos e rachados. Pele oleosa. Vagina seca. Coito difícil e doloroso.
Natrum phosphoricum – Excesso de acidez estomacal, azia, arrotos e vômitos azedos, diarreia esverdeada. Muito útil para as náuseas dos primeiros meses da gravidez. Icterícia. Saburra amarela na parte posterior da língua. Inflamação da garganta. Tremores no coração, que pioram depois de comer.
Natrum sulphuricum – Corrimentos esverdeados. Inquietude matinal. Sede e perda do apetite. Náuseas e vômitos ácidos, biliosos. Asma das crianças. Agravação com tempo úmido.

Nitri acidum – Pessoas que se resfriam com facilidade e têm predisposição à diarreia. Gretas (fendas), feridas, úlceras e crostas nos limites da pele com as mucosas: boca, olhos, nariz, ânus, pênis, vagina. Estomatite ulcerosa. Excrescência esponjosa, sangrando facilmente. Tosse crônica, seca e forte, com depressão física. Laringites e úlceras da laringe. Corrimentos.
Nux moschata – O remédio da memória. Sono invencível. Extrema secura da pele e das mucosas. Boca seca, mas sem sede. Grande flatulência. Afonia nervosa. Soluço. Crianças que demoram a falar. A menstruação muda com muita frequência de época e quantidade.
Nux vômica – Pessoas de pele morena, cabelos pretos, magras, coléricas, irritáveis impacientes, teimosas, nervosas, melancólicas, de hábitos sedentários e preocupações de espírito: tal é o doente de Nux vomica. Homens de negócios. Frequentes desejos de evacuar, mas nenhuma ou poucas fezes. Dispepsia com dor de cabeça. Nariz entupido, coriza. Dores de cabeça com perturbações gástricas. Todos os sofrimentos melhoram com repouso.
Onosmodium – Remédio para a perda total do desejo do sexual, tanto para homens quanto para mulheres. Impotência psicológica. Neurastenia sexual. Dores de cabeça. Debilidade neuromuscular.
Opium – Sono comatoso. Respiração profunda e ruidosa. Suores quentes. Maus efeitos do susto. Prisão de ventre sem desejo de evacuar, inércia intestinal. Ocorre durante a gravidez.
Paeonia officinalis – Ótimo remédio para as hemorroidas dolorosas, fendas do ânus e úlceras nas partes inferiores do corpo.
Paullinia sorbilis – Usada para disenteria, diarreia e hemorroidas. Excitação mental. Nevralgias. Dor de cabeça que piora com atividades físicas.
Petroleum – Eczema que piora no inverno e desaparece no verão, em geral atrás das orelhas. Mãos, pés, lábios, dedos e nariz racham e sagram. A pele supura com o mais leve arranhão. Catarros crônicos. Dor de estômago quando em jejum, aliviada ao comer.
Phosphori acidum – Afecções dos rapazes que crescem muito depressa. Dores de cabeça, neurastenia, raquitismo. Sede. Peso no estômago. Acidez e má digestão. Urina frequente e abundante. Grande debilidade. Sonolência.
Phosphorus – Pessoas loiras e avermelhadas, debilitadas, magras, pálidas, com olheiras escuras, muito sensíveis às impressões externas. Seus sintomas são súbitos. Ardor, em especial nas moléstias nervosas. Pequenas feridas que sagram com abundância. Facilidade em sagrar. Pernas fracas. Bronquite, tosse seca que piora ao ar frio e à tarde. Vômitos. Debilidade nervosa conseqüente de gripes fortes. Arteriosclerose.
Phytolacca decandra – Para a garganta inflamada, com dor que se estende até o ouvido, acompanhada de febre alta. Amigdalites, faringites. Bom remédio também para caxumba e escarlatina. Problemas do seio: dores, inchaços, tumores. Ciáticas. Pessoas que têm tendência à furunculose.
Plantago major – Ótimo remédio para a dor de dentes. Dor de ouvidos que atravessa a cabeça, de um ouvido ao outro. Usado também para febres intermitentes, enurese noturna e para combater o vício de fumar.
Platinum – Altivo, orgulhoso, egoísta, exaltando-se a si mesmo e olhando os demais com desprezo. Anda com ares de rei. Teimosia. Afecções crônicas do ovário. Desejo sexual exagerado. Prisão de ventre dos viajantes.
Plumbum metallicum – Medo de ser assassinado. Fraqueza de memória. Apatia mental. Emagrecimento. Sensação de que o ventre se acha apertado por uma cinta. Prisão de ventre com desejo de evacuar, fezes secas e duras. Diabetes. Ataxia locomotora (incapacidade de coordenar os movimentos musculares).
Psorinum – Amigdalites aguda, deglutição dolorosa com dor nos ouvidos. Evita as moléstias de repetição, oftalmias (inflamações do olho), corizas. Grande debilidade e falta de reação. Muito sensível ao frio ou mudança de tempo. Fome constante. Erupções da pele, úmidas e pruriginosas. Depressão moral com complexo de inferioridade. Prisão de ventre das crianças pálidas e doentias.
Pulsatilla – O doente clássico deste remédio é a mulher clara, loira, dócil, triste e chorosa, que se lamenta constantemente. Piora em aposentados quentes e melhora ao ar livre ou por aplicações frias, embora seja friorenta. Corrimentos brandos. Dores erráticas e manhosas, que saltam rapidamente de um ponto ao outro. Sarampo. Indigestão e dispepsia crônica. Fezes normais, mas com evacuação duas ou três vezes por dia. Diarreia à noite. Conjuntivite. Terçol. Dor de ouvido. Abscessos fistulosos. É o primeiro remédio em que se pensa quando o leite materno é escasso. Fluxo menstrual escasso, atrasado ou suprimido. Usado no puerpério. Varizes. Dores nas costas.
Pyrogenium – Poderoso remédio para as febres graves em geral: do tifo, puerperal, da septicemia. Discordância entre pulso e temperatura. Agitação e prostração.
Rathania – Remédio especialmente indicado para todas as moléstias do ânus e do reto: hemorroidas, fenda anal, pruridos, ardências, vermes. Traumatismo do reto.
Rhus toxicodendron – É um grande remédio das moléstias articulares, reumatismos, artrites, artroses, etc. Dores que melhoram pelo movimento e pioram com o repouso e pelo frio ou umidade. Torcicolo e lumbago. Agitação física ou psíquica que melhora pelo movimento. Torceduras (também para uso externo). Medo de ser envenenado. Estupor com delírio. Bom remédio para as vesículas, erisipela, herpes, pruridos, eczemas, urticária, eritema (rubor congestivo da pele que desaparece momentaneamente à pressão do dedo), tudo com muito ardor. Amigdalite com debilidade. Crostas na cabeça e inflamação dos olhos.
Robinia pseudacacia – Excelente remédio para a acidez estomacal. Eructações extremamente ácidas. Distensão do estômago. Vômitos ácidos. Cólicas com flatulência. Acidez acompanhada de dor de cabeça frontal.
Ruta graveolens – Fadiga e nevralgia dos olhos. Câncer de reto. Dor nos tendões e articulações. Dores nos ossos, juntas e cartilagens como se tivessem sido esmagados. Dores reumáticas nos punhos e nos tornozelos.
Sabadilla – Coriza, corrimento aquoso do nariz, espirros e lacrimejamento dos olhos, pálpebras vermelhas e dor de cabeça frontal. Os sintomas se agravam ao ar livre. Constante necessidade de engolir. Gosto adocicado na boca. Prefere líquidos quentes.
Sabina – Dores dilacerantes nos ossos da bacia, indo do sacro ao púbis. Vertigens com fluxo menstrual suprimido. Aborto e hemorragia nos primeiros meses de gravidez. Fluxo menstrual excessivo e hemorragias uterinas. Retenção da placenta. Intolerância à música. Dores artríticas nas juntas. Gota. Verrugas.
Sambucus nigra – Crianças de peito com coriza seca ou úmida e nariz entupido. Laringismo estridente, espasmos da glote: a criança acorda de repente, sufocada, inspira o ar, mas parece não poder expirar. Sarampo.
Sanguinaria canadenses – Grande fraqueza e prostração. Enxaqueca: a dor de cabeça pela manhã, na nuca, sobe para a fronte e localiza-se sobre o olho direito. Melhora no escuro e no silêncio. Ardor com vários órgãos. Faringite crônica, seca, com a garganta vermelha, lisa. Menopausa. Calor no rosto, ardor nas mãos e pés. Dor de ouvido. Leucorreia. Tosses secas ou úmidas. Variabilidade contínua de sintomas. Pólipos nasais.
Scutellaria lateriflora – Este é o remédio do medo. Terrores noturnos. Pesadelos. Medo de que aconteçam desgraças. O paciente não consegue concentrar a atenção em nada. Insônia histérica. Tremores musculares. Dores de cabeça muito fortes na fronte e na base do cérebro.
Secale cornutum – Útil para as pessoas idosas, de pele enrugada. Combate a arteriosclerose. É característico de pessoas que apresentam debilidade, ansiedade e emagrecimento. Menstruações excessivas. Ameaça de aborto no terceiro ou nos últimos meses da gravidez. Catarata senil, em especial nas mulheres. Pele muito fria. Aversão ao calor. Enurese nos idosos. Paralisia do esfíncter.
Selenium – Efeitos notáveis sobre os órgãos geniturinários, laringe e sistema nervoso. Grande debilidade. Fácil esgotamento mental e físico. Impotência com espermatorreia (derramamento involuntário do esperma). Neurastenia sexual. Desejo aumentado e potência diminuída. Batimentos em todos os vasos.
Sempervivum tectorum – Remédio especialmente recomendado no herpes-zoster e nos tumores malignos da boca e dos seios.
Sepia – Trata-se de um remédio próprio para a mulher. A tipologia de Sepia é uma mulher delicada, magra, de cabelos escuros, face entre empalidecida e amarelada, triste, mas com tendência à irritabilidade e à cólera. Menstruação escassa e dolorosa. Grande preventivo do aborto. Problemas do climatério, com calores súbitos, transpiração e desfalecimento. Nervosismo excessivo com perturbações mentais. Olheiras escuras. Cansaço fácil. Sensação de peso no baixo ventre. Forte dor de cabeça durante a menstruação. Corrimentos vaginais juvenis. Vagina dolorida. Excesso de ácido úrico com emissão de areias avermelhadas pela urina. Enxaqueca com prurido vaginal. Prolapso ou deslocamento do útero. Erupções da pele (pior na menstruação), escamações, acne, impigens, herpes. Náuseas ao sentir o cheiro dos alimentos. Distúrbios gástricos dos fumantes.
Silicea – Próprio para pessoas magras, que assimilam mal os alimentos. Crianças raquíticas, teimosas, membros magros, cabeça e ventre volumosos, face semelhante à de pessoas idosas, falta de calor vital. Esgotamento nervoso com aversão ao exercício físico ou mental, neurastenia. Aplicado em inflamações locais (furunculose, panarício, úlceras crônicas, fístulas, tumores, feridas após o vazamento do pus). Auxilia na expulsão de corpos estranhos, como espinhos, lascas de ossos, alfinetes etc. Dor de cabeça crônica com fotofobia forte. Abscessos dentários. Suor dos pés. Nevralgias rebeldes. Esclerose cerebral. Cicatrizes dolorosas. Tuberculose pulmonar. Bronquite. Intolerância a bebidas alcoólicas.
Solanum lycopersicum – Especialmente indicado para gripes do tipo reumático, com dores por todo o corpo. Tosse, rouquidão, abundante coriza aquosa. Piora ao ar livre. Dores residuais após a gripe, principalmente no lado esquerdo do corpo.
Spigelia anthelmia – Nevralgia em qualquer parte do corpo. Dores de cabeça à esquerda, que se agravam ao menor movimento ou ruído. Violentas e visíveis palpitações do coração, dores no coração e falta de ar. Angina de peito. Enxaqueca que evolui ao longo do dia. Vermes nas crianças.
Spongia tosta – Esgotamento ao menor exercício, com calor no rosto e no peito. Crianças com predisposição à tuberculose e adenites crônicas. Ansiedade e respiração difícil. Hipertrofia e endurecimento glandulares. Tosse seca e sibilante, que soa como uma serra cortando um tronco de árvore e que melhora ao comer ou ao beber. O paciente acorda com um acesso de sufocação. Moléstias valvulares do coração.
Stannum – Peito fraco. Cansa-se fácil. Catarro crônico, bronquite crônica. Expectora muito muco, com gosto adocicado. Grande remédio dos cantores e oradores. Sensação de vazio no peito. Útero caído. Dores que aumentam e diminuem devagar. Cólicas intestinais aliviadas pela pressão. Enxaqueca.
Staphisagria – Paciente deprimido e esgotado. Facilmente encolerizável. Fica ofendido por qualquer coisa. Náuseas e vômitos das gestantes. Cárie e queda fácil dos dentes. Dor em dentes cariados. Nodosidades. Terçol. Quisto sebáceo da pálpebra. Calázio (pequeno tumor no bordo das pálpebras). Moléstias do canto do olho e blefarite. Desejo frequente de urinar nas moças casadas. Dores abdominais internas depois de uma operação. Crianças que têm piolhos com muita frequência.
Stramonium – Delírio que vai até acessos de loucura furiosa. Alucinações aterradoras. Caprichos extravagantes. Medo de estar só e no escuro. Ninfomania antes da menstruação. Gagueira. Estrabismo.
Sulphur – Ardores nas moléstias crônicas. Olhos, boca, reto e sola dos pés ardentes. Orifícios do corpo bem vermelhos. Fezes duras, secas e dolorosas. Ânus escoriados, prisão de ventre e hemorroidas. Moléstias do fígado em consequência das hemorroidas. Marasmo infantil. Enurese noturna nas crianças. Importante remédio contra asma das pessoas que têm artrite, com afecções cutâneas, e para depois de moléstias agudas em qualquer órgão. Diarreia matutina. Alucinações do olfato. Não suporta estar de pé. Aversão ao banho. Cabeça quente e pés frios ou vice-versa. Furúnculos. Leucorreia. Reumatismo. Períodos de depressão.
Tarantula hispânica – Histeria. Extrema agitação. Tremor dos membros. Ataque de riso. Esclerose cérebro-espinhal múltipla. Palpitações com desejo de chorar. Contradições psicológicas. Movimentos convulsivos do braço e da perna esquerdos, mesmo durante o sono. Prurido vulvar. Sufocação brusca e repentina.
Thuya occidentalis – Inquietação e agitação. Sicose (dermatose que compromete os folículos pilosos, em especial da barba, com formação de fístulas) excrescências esponjosas, condilomas (formação carnudas no ânus, na vulva ou na glande peniana), pólipos, verrugas e papilomas da laringe. Rinite crônica. Leucemia. Inflamação crônica do reto. Sede contínua. Falta de apetite. Rânula (tumor na parte inferior da língua, formado pela obstrução do canal excretor de uma glândula salivar). Úlceras, fendas, fístulas, em especial na região anugenital. Flatulência e distensão abdominal. Vagina muito sensível. Coito doloroso. Asma nas crianças. Acne facial.
Urtica urens – Remédio para a falta de leite e para o cálculo renal. Enurese (incontinência urinária) e urticária. Formigamento, coceira, queimadura e brotoeja. Reumatismo associado a erupções da pele.
Veratrum álbum – Cãibras, suores frios, vômitos e cólicas. Diarreia aguda com dor de barriga. Sensação de queimadura interna. Dores de cabeça com náuseas. Face pálida e fria. Sensação de gelo envolvendo a cabeça. Sede violenta. Colapso. Febre palustre. Melancolia.
Vipera torva – Congestão crônica do fígado, dilatação e inflamação das veias. Sensação de queimadura. Congestão dolorosa do fígado, com icterícia e febre. Reflexos exagerados. Epistaxe (perda de sangue pelas fossas nasais).
Zincum metallicum – O que e ferro é para o sangue o zinco é para os nervos. Esgotamento nervoso e cerebral. Incessante e violenta sensação de inquietação dos pés e nos membros inferiores, necessitando movê-los constantemente. Neurastenia. Tremor geral. Moléstias do cérebro. Asma. Bronquite.

Fonte: Portal Educação


Referências

Conteúdo encontrado em:

http://www.curapelanatureza.com.br/post/09/2012/os-principais-remedios-homeopaticos-parte-6
photo Asma

Asma

Doença

Asma é uma doença inflamatória crónica das vias aéreas. Quando as vias aéreas inflamadas são expostas a vários estímulos ou fatores desencadeantes tornam-se hiperreativas e obstruídas, limitando o fluxo de ar através de broncoconstrição, produção de muco e aumento da inflamação. Entre os sintomas mais comuns estão a pieira recorrente, tosse com agravamento noturno, sensação de aperto no peito e...Mais