Produtos da Herbalife Podem Desencadear Graves Problemas Hepáticos e Renais (Síndrome Metabólica)

Notícia por noticiasnaturais

Introdução

Recebi um email do amigo Pozzetti que me causou temor e preocupação. Trata-se dos graves problemas de saúde causados pela ingestão dos produtos da Herbalife . Leia a narrativa abaixo:

Estou relatando a vocês meu estado atual COMO UM ALERTA sobre os produtos da Herbalife que me causaram danos. Eu tenho um problema de saúde crônico – GOTA (acido úrico), que me impede de ter uma vida normal e de comer qualquer tipo de alimentos, principalmente aqueles mais gostosos, frutos do mar, carne de porco, etc. Durante dez anos administrei bem, mas este tipo de problema afeta as funções renais e o fígado. A creatinina, que não deve ultrapassar 1,2 mg/dl, e a ureia, que não deve ultrapassar 40 mg/dl, sempre estiveram sob controle e nunca tive qualquer tipo de crise renal ou do fígado.

Tive uma crise de hérnia de disco em julho/2010, e tomei muito anti-inflamatório Profenid, mas depois me recuperei e até o final de março estava vivendo em um verdadeiro paraíso de saúde e bem estar. Até comentava com meus amigos de tão bem que eu estava. No entanto, no final de março/2011 último, saí do paraíso para o INFERNO: um amigo me convenceu a tomar os produtos da Herbalife – três tipos de Milk Shake e 8 tipos de tabletes com vitaminas, aminoácidos, proteínas, etc., um verdadeiro milagre, DIZIA ELE,  em termos de alimentação e rejuvenescimento. Como ele se apresentou bem, tendo 63 anos e parecendo ter menos do que eu – 50, acreditei nele e comecei a usar os produtos, por 10 dias.

Eu não podia ingerir estes produtos, pois tinha o problema da gota, e a pessoa que me vendeu não tinha conhecimento de que eu não podia consumir os produtos, apesar de eu ter deixado bem claro, desde o primeiro dia que ele me visitou, que eu tinha GOTA. Mas ele sabia vender, não é medico e não sabia avaliar os reflexos que isto poderia causar no meu organismo.

Resultado: o composto da Herbalife me causou uma Síndrome Metabólica: engordei 5 quilos e meu rosto, pernas e braços incharam de tal forma que eu não conseguia mais sair de casa ou receber as pessoas, tamanha era a alteração causada no meu rosto, que chocava as pessoas.

Procurei vários médicos (hepatologista, nefrologista, reumatologista, alergista, dermatologista, psicólogo, urologista, endocrinologista, ortomolecular, clinico geral, cirurgião, angiologista, cardiologista, etc.). Nada, todos pediam uma tonelada de exames e não descobriam qual o meu problema. E eu inchado, nervoso, tomando Allegra, Lasix, me entupindo de remédio a cada dia.

Até que na quinta-feira ultima, 09/06/2011, senti dores agudas em toda a região do estômago, e tive que ir para o hospital. Minhas funções renais estão comprometidas: a ureia saltou para 72 mg/dl (o limite é 40) e a creatinina para 2,18 (o limite é 1,2). E o fígado apresentou uma Esteatose acentuada.

Vejam o extremo que eu cheguei: em consulta com endocrinologista, ele receitou alguns remédios por 15 dias, e se o quadro não melhorar, me disse que vou ter que fazer Hemodiálise. Que é praticamente uma quimioterapia nos rins, sem volta.

É claro que não vou cair assim, estou me consultando com outros especialistas – hepato, nefro, etc. e se não encontrar saída em Manaus, vou para São Paulo ainda esta semana.

Abaixo uma pesquisa que fiz sobre os efeitos dos produtos da Herbalife, para que vocês tomem as precauções necessárias quando forem consumi-los.

Um abraço,

João Marcos Pozzetti.

Intoxicação do fígado pela Herbalife

Herbalife é vendido como um suplemento nutricional contendo extratos de ervas, sendo vendido livremente com a promessa de melhorar a saúde ou para conseguir emagrecer. O Journal of Hepatolology acaba de publicar a ocorrência de casos de aparecimento de hepatites creditadas ao consumo do Herbalife, sendo este o segundo relato sobre o produto que aparece na literatura científica.

Em Israel foram identificados 4 casos de hepatite aguda associados ao consumo do Herbalife durante o ano de 2004. Isto levou a uma investigação realizada em diversos hospitais sendo comprovados outros 12 casos de hepatite aguda idiopática (que surge espontaneamente ou de causa desconhecida) após o consumo do Herbalife. O desenvolvimento da hepatite se identificou em aproximadamente aos 11 meses do início do consumo.

As biópsias hepáticas mostraram sinais de hepatite ativa com inflamação portal com abundantes eosinófilos. Três casos foram muito graves, já que desenvolveram uma hepatite fulminante ou sub-fulminante. Um dos pacientes faleceu após a necessidade de um transplante de fígado. Os 11 pacientes restantes conseguiram superar o quadro sem sequelas. Três pacientes que tornaram a consumir produtos Herbalife desenvolveram novamente a hepatite.

Uma pesquisa anterior realizada na Suíça e apresentada no DDW2006 (artigo encontrado em: (http://www.hepato.com) relatava um caso de hepatite fulminante após o consumo do Herbalife o que levou a realização de uma investigação em 12 hospitais Suíços na procura de casos adicionais, encontrando 12 casos, dos quais 10 reuniam os critérios suficientes para poder estabelecer a casualidade por se enquadrar nos critérios para avaliar hepatotoxicidade pelos critérios CIOMS da Organização Mundial da Saúde.

Seguindo os critérios da OMS os pesquisadores Suíços consideram como certa a hepatotoxicidade acontecida em 2 pacientes, provável em 7 e possível em 1. O tempo entre a exposição e a hepatite foi de 5 meses. Ao igual que no estudo apresentado em Israel, pela biópsia se demonstrou necrose dos hepatócitos e inflamação elevada com predomínio de eosinófilos. Três casos apresentaram uma lesão hepática grave (um de hepatite fulminante, um de síndrome de obstrução sinusoidal e uma cirrose hepática).

Estes dois estudos servem de alerta sobre possíveis riscos dos produtos Herbalife, especialmente por quem já apresenta algum problema no fígado, os quais devem tomar cuidados redobrados. Devido à falta de informação sobre a composição dos produtos Herbalife não é possível identificar adequadamente o agente causador da hepatotoxicidade. Possíveis suspeitas são a efedrina e o N-nitroso-fenfluramina.”

Saiu mais um trabalho científico mostrando que produtos da Herbalife são danosos à saúde. Desta vez foi um caso de colestase por hipervitaminose A, tomando shake da referida empresa. Já fiz o alerta aqui no blog, quem desejar ver as outras pesquisas, clique aqui. Se desejar ver a mais recente, clique aqui.


Referências

Conteúdo encontrado em:

http://www.noticiasnaturais.com/2015/02/produtos-da-herbalife-podem-desencadear-graves-problemas-hepaticos-e-renais-sindrome-metabolica/